NILSON GERONIMO DOS SANTOS - Bia Map

NILSON GERONIMO DOS SANTOS

  • Data de nascimento: 08/09/1960
  • Sexo: Masculino
  • Altura:
  • Peso: Kg
  • Cabelo: Castanho Escuro
  • Olhos: Castanho Escuro
  • Cor de Pele: Negra
  • Observações:
  • Marcas: Meu pai é alcoólatra e possui uma cicatriz no lado direito da testa.
  • Dias desaparecido: 2291 dias
  • Data do desaparecimento: 01/09/2012
  • Local do desaparecimento: Rio de Janeiro, RJ

Sobre o acontecido

Meu pai em épocas morava com parentes ou comigo e muitas vezes preferia ir para as ruas por conta do vício em álcool. Da última vez eu o acolhi em minha casa. Alugamos um quarto no Méier e ele morou lá por poucos meses, pois não sobrava muito dinheiro para ele beber. Voltou para as ruas, mas sempre ligava para dar notícias, contudo não me passava a sua localização porque sabia que eu iria buscá-lo. Por vezes dizia que estava bem em algum abrigo, mas não informava onde.

Em Janeiro de 2012, soube posteriormente, que ele foi acolhido nas ruas do Centro do Rio e levado para o Rio Acolhedor de Paciência. Me telefonou alguma vezes ao logo do ano sendo em setembro o último contato, falou que onde ele se encontrava estava sendo bem tratado e tinha engessado o braço que havia fraturado com uma queda (disse que caiu em uma escada). Insisti para me dizer onde ele estava, mas desligou.

No mês de novembro, recebi uma comunicação da Marinha informando que o RECADASTRAMENTO ANUAL não havia sido feito. Estranhei porque ele NUNCA deixou de fazê-lo, até porque o soldo dele depende desse recadastramento.

Acompanhei a conta bancária dele e pagamento estava sendo sacado normalmente como nos meses anteriores. Em fevereiro de 2013 ainda não havia recebido nenhuma ligação de meu pai, nem para ser desejado um feliz natal e tão pouco para me pedir dinheiro, foi que recebi a segunda carta da Marinha avisando do bloqueio do pagamento que seria feito em março. Imaginei dele perceber a ausência de pagamento e me ligar de imediato. Mas tal contato não ocorreu até a presente data.

Foi onde decidi registrar o desaparecimento na Polícia Civil de Piedade e o caso, neste momento, está com a Inspetora Thaisa.

Não consta recadastramento na Marinha desde agosto de 2011. O Soldo dele está bloqueado. Não recebi qualquer ligação desde setembro de 2012. Não consta entrada dele em nenhum hospital ou UPA.

Não sei mais onde ou como procurá-lo.

Conhecidos meus que moram na zona oeste que sabem de meu caso possuem a foto de meu pai e ninguém o viu.

O Serviço de Inativos e Pensionista da Marinha estão cientes do caso, mas ainda não fui procurada por eles. Na Assistência Social da Marinha não tive suporte.